­

Conselho Municipal de Política Cultural é empossado em Alagoa Nova

Redação Alagoa Nova Já | 7.5.15 | 0 comentários

Tomaram posse nessa quinta-feira (dia 06) aos Conselheiros Titulares e Suplentes, que irão compor o Conselho Municipal de Política Cultural de Alagoa Nova (CMPC) para o biênio 2015/2017. A cerimônia foi realizada no Salão de Reuniões da Câmara Municipal Alagoa Nova.

A presidente do CMPC devidamente empossada, a ativista cultural Ana Maria Amaro da Silva(Silvanna Ramos), rememorou os bons tempos de participação de ativistas, produtores, artistas, sociedade no geral e do poder público, que ocorreu entre os anos de 1.988 e 2006. Citou a nova trajetória de 2008 a 2015 e destacou a importância do trabalho integrado a ser desenvolvido no campo da Cultura local, “é essa na verdade uma luta que começou há quase trinta anos, a segunda parte se deu há exatos dois anos, em busca da criação do Conselho do Municipal de Política Cultural, onde o vereador Everaldo dos Santos e outros pares no parlamento mirim abraçaram a causa e se uniram a vontade e a necessidade de se executar um projeto mais amplo para a valorização de bens materiais e imateriais. Friso ainda o papel dos conselheiros para a conquista da consolidação cultural para o município, que atenda às necessidades da população”, destacou ela.

O vice-presidente Tiago Aquino, fez também um breve relato sobre as questões patrimoniais locais e elencou pontos positivos para a nova caminhada. Para ele, “a criação desse conselho será essencial para viabilizar novos projetos culturais, uma vez que Alagoa Nova já está cadastrada no Sistema Nacional de Cultura, faltando apenas à formação do Conselho para adquirir o respaldo necessário no âmbito federal. Vamos despertar a vontade adormecida de expandir e disseminar e potencializar diferentes linhas culturais”, frisou ele.

A Secretária Geral, Sylvânia Ernesto, enfatizou a necessidade de um projeto coletivo para que de fato haja uma junção de interesses local para a questão da cultura. “Tomando por base  o que já existe e o que pode ser remontado. Admito o avanço e agora vamos buscar o apoio de todos que vivem ou vislumbram cultura. Apostando no apoio das empresas privadas, da sociedade, dos Legislativo e Executivo”, pontuou.

Para o Segundo Secretário Antonio Paulo da Silva, “a criação do conselho é um marco para história da cultura de Alagoa Nova. Com representação paritária e torna em pé de igualdade o Conselho e o próprio pode Público. Ao tempo que é inédito é gratificante, porque a democracia está acontecendo agora coloquemos em prática as nossas metas e objetivos”, enfatizou. 

O vereador presidente da Casa de Clementino Leite, Everaldo dos Santos, disse que “é um momento histórico marcado pelo sentimento de igualdade, em busca dos mesmos objetivos culturais. Vamos trabalhar com um amplo diálogo com o objetivo de tornar a nossa cidade mais conhecida pela sua cultura e valorizar o que já temos em termos de pessoas, talentos e bens”, disse o vereador.



 O Conselho Municipal de Política Cultura é um órgão coletivo com a participação do poder público e da sociedade civil, que auxilia na elaboração e execução da política cultural para Alagoa Nova. Suas principais atribuições são de avaliar, fiscalizar e deliberar sobre ações de políticas públicas para o desenvolvimento da cultura, a partir de iniciativas governamentais, sempre pensando na preservação do interesse público.  São responsáveis ainda por representar a sociedade civil, criar mecanismos que permitam sua comunicação com a comunidade, definir diretrizes para a política cultural a serem implementadas pela administração pública, entre outras. O CMPC, composto por 20 membros titulares e suplentes, funcionará provisoriamente na Câmara Municipal e terá suas reuniões ordinárias sempre na primeira quarta-feira de cada mês.


Marcos Felipe

Editorias: , ,

0 comentários