­

Sete acusados da morte de um vigilante estão presos em Alagoa Nova

Redação Alagoa Nova Já | 12.2.15 | 0 comentários

Na manhã desta quarta-feira (11) o Núcleo de Homicídios da 12° Delegacia Seccional de Polícia Civil (DSPC) em trabalho conjunto com os Agentes da Delegacia Municipal de Esperança, deram cumprimento aos mandados de prisão preventiva contra os acusados do Homicídio que vitimou o vigilante Jackson Ailton da Silva Barbosa, 26 anos.

Jackson Ailton, segundo as primeiras informações foi violentamente espancamento e teria sofrido cerca de 20 perfurações de faca, fato ocorrido em 28 de Dezembro de 2014, por volta das 16h:30min. O corpo veio a ser encontrado no dia 30 de mesmo mês, em um canavial, no engenho Vitória, zona Rural de Alagoa Nova, cidade do Brejo paraibano. 

A vítima morava na cidade de Damião, no Curimataú paraibano. Ele estava desaparecido desde o final de semana do fato ocorrido, quando, de acordo com informações de populares, ele teria se envolvido em uma confusão na cidade de Areia, no brejo da Paraíba e daí em diante os populares não souberam precisar mais nada ou não quiseram dar mais detalhes.

De acordo com os relatos iniciais a Polícia começou as investigações e constatou que os acusados da autoria do crime são: Fernando Florêncio da Silva(Pelé), Romário Florentino da Silva(Fofão), Fagner Florentino da Silva(Gaspar), Carlos Antonio Lopes(Kaká), Adilson Florêncio da Silva(Dissin), José Fernandes Florentino da Silva(Nando) e Fabiano Fidélis Vieira.

A operação foi coordenada pelos delegados Claudio Manoel Fernandes Marques e Eduardo Portela. Os presos foram encaminhados para a  Cadeia Pública de Alagoa Nova onde ficarão a disposição da Justiça.



Silvanna Ramos com informações da DSPC de Esperança-PB

Editorias: ,

0 comentários