­

Tragédia em Alagoa Nova: um Assassinato e um linchamento

Redação Alagoa Nova Já | 10.11.14 | 0 comentários

A noite desse domingo (09), em Alagoa Nova foi tomada de violência que trouxe sentimento de revolta e dor. Um assassinato covarde provocou um linchamento. O primeiro caso se trata do assassinato do adolescente de 15 anos, Lucas Jardilino Ferreira, conhecido como Lucas de Nelson da Barraca. O fato aconteceu por volta das 20h:20min, na zona rural de São Sebastião de Lagoa de Roça, no chamado Bar da Feijoada.

Segundo informações de amigos que estavam com Lucas Jardilino, todos estavam no bar e sem nenhuma discussão o acusado, chamado Matusael dos Santos, de 24 anos, entrou no bar e deu um tapa no rosto de Lucas, que não revidou. Não havendo o revide o acusado convidou a vítima para acompanhá-lo pra fora do bar, o que também não foi atendido. Em seguida o acusado saiu do bar. Minutos depois a vítima decidiu ir pra casa, resolveu sair do bar e foi abordado na porta, não havendo tempo para esboçar nenhuma reação, covardemente o acusado desferiu um golpe de faca na altura do coração do adolescente.

Os amigos que estavam com Lucas ainda tentaram segurar o acusado, mas sem êxito. Outros socorreram o adolescente, trazendo para o Hospital Municipal Sofia de Castro em Alagoa Nova. Os amigos de Lucas, que prestaram socorro informaram que o médico do plantão prestou socorro, no entanto devido à gravidade do ferimento a reanimação não surtiu efeito, relatando que o adolescente já estava morto.

Ele era estudante e auxiliava os pais em um pequeno comércio na cidade e sonhava em ser piloto de motocross. Sua morte deixa uma lacuna no seio familiar e na sociedade de Alagoa Nova e um detalhe Lucas não bebia, estava no bar apenas para se divertir. Havia dito mais cedo que estava rindo a toa. Nas redes sociais, familiares, amigos e clientes lamentam a morte prematura de Lucas. O sepultamento deverá ocorrer à tarde, no Cemitério local. Os pais do adolescente entraram em estado de choque e precisaram de atendimento médico.
 
O segundo caso é resultado do primeiro, por volta das 21h:30min alguns amigos de Lucas que estavam no centro da cidade de Alagoa Nova, identificaram o acusado e partiram para um linchamento, que segundo especulações, mais de cinco jovens, bateram, atiraram e de moto atropelaram o acusado. Apesar das agressões, o acusado não veio a óbito. Mesmo com a presença da polícia, pessoas revoltadas queriam chegar mais perto e diziam que iriam finalizar o que outros começaram. Segundo elas, o acusado,  não era uma boa pessoa boa e já estava envolvido em diversas agressões a outros jovens, sempre da mesma forma agredindo sem motivo aparente, inclusive já havia tentado assassinar outra pessoa e estava envolvido em outros crimes na cidade. Ele é casado, morador do Bairro Ulisses Guimarães e pai de um filho menor.

Devido os ferimentos do acusado e a demora do SAMU, a Polícia Militar, prestou os primeiros socorros, removendo o acusado e neste caso, também vítima para o Hospital da cidade, que tratou de fazer a remoção para o Hospital de Trauma de Campina Grande.



Silvanna Ramos com Marcos Felipe

Editorias:

0 comentários