­

Governador do PMDB rompe com Dilma e anuncia apoio a Aécio Neves

Redação Alagoa Nova Já | 9.10.14 | 0 comentários

Zé Filho afirmou que a decisão de romper com a presidente Dilma foi tomada em razão do tratamento que o estado vem recebendo do governo petista

O governador do Piauí, Zé Filho (PMDB-PI), declarou nesta sexta-feira (20) apoio a candidatura do senador Aécio Neves à Presidência da República. Candidato à reeleição ao governo do estado tendo como vice o tucano Sílvio Mendes, Zé Filho se reuniu com Aécio no Rio de Janeiro e ressaltou que tomou a decisão porque acredita no projeto de mudança proposto pelo candidato do PSDB.

“Conheço a forma como Aécio revolucionou o estado de Minas Gerais. Acredito no seu plano de governo e na maneira como ele deverá implementá-lo, principalmente no Nordeste. Estamos apostando na mudança”, disse Zé Filho ao declarar apoio à candidatura tucana.
Ao comentar a aliança, Aécio adiantou que irá ao estado para a convenção que oficializará a chapa entre o PMDB e o PSDB, no próximo dia 27.
“É mais uma aliança que nós estamos selando no Brasil com o PMDB, aliança que me alegra muito como projeto para o Piauí e para o Nordeste e que será muito importante na construção desse programa. Vamos construir juntos um projeto para o Piauí e para o Brasil”, destacou Aécio.
Discriminação
O governador Zé Filho também afirmou que a decisão de romper com a presidente Dilma foi tomada em razão do tratamento que o estado vem recebendo do governo petista. Segundo o governador, o Piauí sofre discriminação e foi “descartado” dos programas federais.
“Estou fazendo isso pelo povo do Piauí, que não aceita mais esse tipo de tratamento. Temos sido totalmente descartados de todos os programas do governo federal, caso da Eletrobras e dos carros-pipas. Estamos como se fossemos um estado inexistente para o governo federal. Isso nós não aceitamos mais”, criticou o governador Zé Filho.

Editorias: ,

0 comentários