­

Vexame é o pior na história da Seleção Brasileira

Redação Alagoa Nova Já | 9.7.14 | 0 comentários

Os 7 a 1 aplicados pela seleção alemã têm a mesma diferença de gols do 6 a 0 sofrido para o Uruguai em 1920


Não estamos acostumados a perder. Desse jeito, então, menos ainda. A histórica - e dolorida - goleada de 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil, na partida válida pelas semifinais da Copa do Mundo de 2014, não foi apenas a maior já sofrida pela Seleção Brasileira em um Mundial. Em 100 anos de futebol, essa foi a maior derota da  nossa história.

Até então, em Copas, o recorde remetia à final de 1998, quando o Brasil foi derrotado pela França por 3 a 0 no Stade de France. 



Na trágica partida do Mineirão, o Brasil superou outro recorde negativo. O jogo entra para a história como a partida em que a Seleção mais buscou bolas dentro de suas redes em uma Copa do Mundo. Os sete gols alemães superaram a marca da Polônia em 1938. Só que daquela vez o Brasil saiu de campo vencedor, 6 a 5.

Além da derrota para a França, o fiasco diante da Alemanha e a vitória em cima da Polônia, o Brasil só tomou mais do que 3 gols em uma oportunidade em Mundiais. Foi em 1954, quando a forte seleção da Hungria fez 4 x 2 no Brasil. 

Maiores derrotas do Brasil em Copas do Mundo:

2014: Brasil 1 x 7 Alemanha
1998: Brasil 0 x 3 França
1934: Brasil 2 x 4 Hungria

Piores derrotas fora dos Mundiais

Na história, o Brasil já havia sofrido goleadas parecidas. Mas faz tempo. Em 1920, o Uruguai fez 6 a 0. Em 1934, a extinta Iugoslávia aplicou 8 a 4 na Seleção. E na Copa Rocca de 1940 perdemos por 6 a 1 para a Argentina.



Agencia RBS

Editorias: , , ,

0 comentários