­

O prefeito de Lagoa Seca prestigia Solenidade de Assinatura da Ordem de Inicio de Serviços do Parque de Bodocongó

Redação Alagoa Nova Já | 4.6.14 | 0 comentários

O prefeito de Lagoa Seca senhor José Tadeu Sales de Luna e outros prefeitos da Região, participou junto ao Governo do Estado da Solenidade que autorizou, nessa terça-feira (3), o início das obras de construção do Parque Ecológico de Bodocongó, em Campina Grande. As obras de urbanização foram iniciadas e vai transformar o espaço, eternizado nos versos e na música paraibana, em um ponto de convergência de atividades culturais, de lazer e esportivas.

Sendo Lagoa Seca pertencente à Região Metropolitana de Campina Grande e tendo inúmeros filhos de Lagoa Seca e de Campina Grande que oscilam seus domicílios, o prefeito José Tadeu não poderia deixar de prestigiar tal evento que segundo ele “é uma obra de milhões em recursos financeiros, mas de valor incalculável para Campina Grande e para os Municípios circunzinhos que ganharão mais um espaço de lazer, com toda infra-estrutura necessária, com as novas técnicas de urbanização, utilizando o conceito de sustentabilidade. Para o povo do Bairro de Bodocongó é uma valorização de espaço físico, mas também de valorização das pessoas”. Finalizou ele.


Para a realização das obras de revitalização do açude de Bodocongó estão sendo investidos mais de R$ 35 milhões com recursos próprios. O governador Ricardo Coutinho comentou a importância do projeto para a cidade. “Campina vai se reencontrar às margens do açude de Bodocongó”, disse. O vice-governador Rômulo Gouveia ressaltou que o Parque Bodocongó será um espaço de convivência e lazer da zona oeste.

A arquiteta Sandra Moura, responsável pelo projeto arquitetônico, apresentou o Parque de Bodocongó e frisou que a obra segue os conceitos de sustentabilidade, preservando a história e a vegetação do local. A maquete eletrônica apresentada pela arquiteta detalhou que o parque terá calçadas, ciclovias, praças de esportes e cultura, espaço infantil e de idosos; local para plantio de mudas e orquidário. Tudo executado com a terraplenagem e pavimentação de ruas adjacentes; realização do sistema de esgotamento sanitário da comunidade Vila dos Teimosos e áreas do entorno; sistema de iluminação pública; e estacionamentos junto às praças.

De acordo com o superintendente da Suplan, João Azevedo, a obra vem resgatar um espaço importante da cidade e que, ao longo do tempo, foi se deteriorando com ocupações irregulares e a falta de cuidados ambientais. “O projeto fará com que essa área se transforme em um parque ecológico para que o lugar retome a sua importância”, destacou.

O presidente do Comitê Pro Revitalização do Açude de Bodocongó, Vicente Gouveia, destacou a luta de várias entidades para ter a revitalização do açude que não é só um patrimônio de Campina Grande, mas uma referência da Paraíba e do Brasil. “Estamos felizes por ver esse projeto se tornar realidade”.



Silvanna Ramos com SECOM

Editorias: ,

0 comentários