­

Ex-presidiário é assassinado em Alagoa Nova/PB

Redação Alagoa Nova Já | 7.3.14 | 0 comentários

Na noite dessa quarta-feira (05), Alagoa Nova, cidade do brejo paraibano, distante 148,6 km da capital, registrou o segundo homicídio deste ano. Trata se do assassinato do ex-presidiário Jardel João dos Santos, 19 anos, que morava no sítio São José, zona rural do Município.

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (06), agricultores que se dirigiam para seu trabalho costumeiro se depararam na estrada principal do sítio Alagoinha com uma moto CB300 de cor vermelha de placa NPV 1063/João Pessoa e cerca de 10 metros distantes dali, dentro do matagal a margem de uma das estradas vicinais, encontraram caído o corpo de Jardel.

Os moradores assustados resolveram avisar a polícia local. Que de imediato foram até a localidade. Fizeram algumas buscas nas proximidades tentando encontrar pistas, mais não obtiveram êxito. A não ser pelo fato de que onde a moto foi encontrada, segundo especulação de moradores, havia rastros de uma segunda moto e de uma carro. Porem a investigação da polícia civil poderá considerar estes dados, ou não, por que ali diuturnamente passam muita veículos.

A Polícia Militar local comunicou o fato a Delegacia local, a Delegacia de homicídio de Campina Grande, e ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Campina Grande (NUMOL), que se dirigiram a localidade. As primeiras investigações balísticas ainda no local constataram que na cabeça de Jardel havia cinco perfurações de arma de fogo, calibre não mencionado e outras perfurações nas costas.

Um detalhe que chamou a atenção de um dos irmãos de Jardel, foi o fato de que ele não usava no pescoço uma corrente que havia ganho de presente de um deles. Assim como também como não portava os documentos dele, nem da moto que ele conduzia. Segundo um dos irmãos, ele nunca saia de casa sem os documentos pessoais e nem sem o de veículos que eram conduzidos por ele.

O corpo do ex-presidiário Jardel João dos Santos, foi entregue pelo NUMOL, a família na madrugada desta sexta-feira e está sendo velado na residência dos pais dele no Sítio São José de Alagoa Nova e deverá ser sepultado as 16h:00min no Cemitério local.

Até o presente momento, não há nenhuma informação ou pista que passa conduzir a Polícia ao autor, ou aos autores do crime, nem tão pouco os motivos que teriam levado ao crime.


Marcos Felipe/Silvanna Ramos

Editorias:

0 comentários