­

Mãe é detida suspeita de participação na morte do próprio filho em Alagoa Nova

Redação | 4.6.13 | 0 comentários

Luciana Pereira, mãe da criança desaparecida desde a semana passada em Alagoa Nova, foi detida nesta terça-feira (4) suspeita de participar do assassinato do seu filho de 11 anos. Outros dois homens foram presos já na segunda-feira (3). Segundo as investigações da Polícia Civil, a criança foi encontrada morta da segunda com sinais de violência, em um sítio na zona rural de São Sebastião de Lagoa de Roça.

O delegado Júlio Ferreira afirmou que a mulher prestou informações contraditórias sobre a morte da criança. Ainda é apurada a possibilidade de estupro do menino. Segundo a polícia, foram solicitados todos os exames necessários no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

O corpo da criança foi encontrado em estado de decomposição no sítio Manguape. Inicialmente, os policiais informaram que o pé esquerdo dele foi amputado e havia marcas de perfuração pelo seu corpo, com sinais de estrangulamento.

"A mãe está custodiada porque seus depoimentos estão cheios de contradições. Continuamos investigando o delito para ver até onde vai a culpabilidade dela. Os outros dois homens também continuam detidos. Ela não tem nenhum transtorno mental, estamos tentando fechar o fio da meada para entender se ela é ingênua ou muito esperta", afirmou o delegado Júlio Ferreira.

Uma entrevista coletiva para esclarecimentos sobre o desfecho do caso será concedida na quarta-feira (5) a partir das 9h, na sede da 2º Delegacia Regional da Polícia Civil de Campina Grande.

Redação Alagoa Nova Já com G1/PB
Foto: Criança encontrada morta, Lucas Pereira da Silva

Editorias:

0 comentários