­

Luciano Huck entrega nova casa de sanfoneiro em Campina Grande

Redação | 27.6.13 | 0 comentários

Apenas 15 dias de espera e o sanfoneiro Luiz Camilo dos Santos, de 66 anos, morador de Campina Grande, conseguiu realizar o sonho da casa própria, mas com um detalhe que na verdade tornou-se assunto principal, sua participação no quadro “Lar Doce Lar”, do programa Caldeirão do Huck da Rede Globo. A entrega da casa aconteceu ontem pela manhã, no bairro da Ramadinha II, pelo apresentador Luciano Huck. Centenas de pessoas participaram do momento mais importante da vida do sanfoneiro, que deverá ser conhecido pelo Brasil no dia 20 do próximo mês, quando o programa vai ao ar pela Rede Globo.

No palco montado na frente da nova casa, o apresentador iniciou a chamada para o “Lar Doce Lar”, com a presença de seus futuros moradores, o casal Luiz e Lúcia e seus filhos, Joacir, Jaílson e Luciane. Com uma recepção calorosa dos vizinhos, a família que vive literalmente do forró, conheceu a nova morada, completamente reformada e preparada por 22 homens que trabalharam dia e noite para que tudo estivesse pronto no dia da entrega. A casa que antes era padronizada com as demais e com poucos cômodos, passou a ser a atração da Rua José Gomes.

O responsável pela reforma do local, o arquiteto goiano Léo Romano, contou ter utilizado o próprio artesanato paraibano para constituir o novo espaço. A frente da casa já chama a atenção pela riqueza de detalhes, como as cores vibrantes, que foram utilizadas especialmente em homenagem ao “Maior São João do Mundo”. Para o apresentador Luciano Huck, a experiência foi rica, uma vez que sua relação com a Paraíba é diferenciada.

“Essa relação que tenho com a Paraíba acontece desde que fiz um 'Lata Velha' em João Pessoa, há cerca de seis anos. E o Lar Doce Lar foi muito especial, pude ver in loco a festa durante o São João, com um povo super carinhoso e que lotou o Parque do Povo quando a gente fez a prova desse quadro. Eu acho que foi uma experiência rica. Quem vai poder assistir o programa vai ver que a gente valorizou muito a cultura local, através do artesanato, que conta um pouco da história da Paraíba”, afirmou.

Huck explicou que não foi possível reformar a casa antiga do sanfoneiro Luiz, que estava alugada e que apresentava alguns problemas na documentação, estando também em uma área de risco, localizada no bairro de Bodocongó II. Mas para o sanfoneiro, a nova casa foi o melhor presente de sua vida. “Estou muito feliz”, frisou.

Segundo o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que participou da entrega, o programa só trouxe visibilidade à festa e ainda por cima através de um quadro tão bem construído. “Nós ficamos felizes pelo sanfoneiro, que é uma pessoa simples, que vive do forró”, contou.

O sanfoneiro também ganhou uma sanfona nova. A equipe do Caldeirão esteve na cidade gravando o quadro desde o dia 11 deste mês.

Fonte: Jornal da Paraíba/Isabela Alencar
Foto: Leonardo Silva

Editorias:

0 comentários