­

Criança de 11 anos de idade desaparece em Alagoa Nova

Redação | 30.5.13 | 0 comentários

Lucas Pereira da Silva (foto) tem 11 anos de idade, é branco, olhos claros, cabelos loiros e aparenta ser tímido. É residente do Sitio Pau D’arco de Alagoa Nova, município do Brejo da Paraíba distante 148,6 Km da Capital. O tio de Lucas, o senhor Expedito José da Silva, pedreiro, procurou a reportagem do Portal Alagoa Nova Já e comunicou o desaparecimento do sobrinho, ocorrido nessa terça-feira (28), pela manhã.

Segundo Expedito Pereira, tio da criança, Lucas estava na companhia da mãe, a senhora Luciana Pereira. Que relatou em conversa com familiares que ela havia recebido uma proposta de um desconhecido para comprar sua moto, uma moto Titan 2003/4. Fechando o negócio, Luciana Pereira na moto guiada por ela, conduziu o filho, seguindo o desconhecido em outra moto em direção a cidade de Esperança, onde deveria ser efetuado o pagamento. 

Porém, em dado trecho da zona rural entre Alagoa Nova e Esperança, a viagem é interrompida, Luciana é orientada pelo desconhecido a parar e esperar na estrada o dinheiro da compra da moto, que estaria em uma casa próxima. Ele foi buscar a quantia de cerca de R$ 4.000,00 (Quatro mil reais) e pediu para Lucas o acompanhar, que permitido pela mãe, foi. Algum tempo depois, o desconhecido retornou, sem portar o dinheiro e sem trazer a criança, informando que outro condutor em mais uma moto já havia se deslocado de volta para Alagoa Nova e trazia consigo Lucas e o dinheiro e pagaria na residência de Luciana, ao receberia os documentos do veículo supostamente comprado.

O curioso é que o pagamento não foi feito na residência de Luciana e a criança Lucas Pereira não retornou para casa. Luciana Pereira comunicou o ocorrido ao companheiro, Antonio Gerson, servente de pedreiro, por volta das 18h da terça-feira, quando ele retornava do trabalho em Campina Grande, que de imediato passou a fazer buscas na zona rural do município, com atenção ao Sitio e Povoado de São Tomé, mas não obteve êxito. Na quarta-feira o fato foi levado ao conhecimento do Conselho Tutelar de Alagoa Nova, que solicitou um Boletim de Ocorrência, que não foi feito naquele momento, porque segundo informações, a denúncia de desaparecimento só é acatada pela polícia após 72 horas do ocorrido para poder começar uma busca. 

A reportagem falou com o Sargento Cleodon, que já está ciente do fato, aguardando a ação da Polícia Civil local e a colaboração de populares que possam enviar alguma pista para de imediato mobilizar o contingente, partir para averiguação e tomar as providências cabíveis.

Até o presente momento nenhuma informação ou pista foi dada e o pequeno Lucas Pereira da Silva continua desaparecido. Informações que possam levar a solução do caso ligar para (83) 3365-1822 (Delegacia de Polícia Civil de Alagoa Nova), (83) 8117-3666 (Celular da Viatura de Polícia Militar de Alagoa Nova), (83) 8167-8929 (Expedito Pereira tio de Lucas) e (83) 8153-0808 (Tatyele Pereira, amiga da família).

Silvanna Ramos 


Editorias:

0 comentários