­

Deputado governista sugere federalização da UEPB

Redação | 10.11.12 | 0 comentários


O deputado estadual Tião Gomes (PSL) foi à tribuna da Assembleia Legislativa na manhã da última quinta-feira (08) para lançar uma proposta polêmica: ele defendeu a federalização da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Citando que teria analisado dados referentes ao custeio da instituição durante seis meses, o parlamentar declarou que o Estado da Paraíba não teria condições financeiras de arcar com a manutenção da universidade:

- O Estado da Paraíba não tem condições de bancar uma estrutura como a da UEPB. Precisamos federalizar a instituição. No ano passado, foram investidos R$ 250 milhões com a universidade, este ano serão quase R$ 350 milhões e ano que vem serão quase R$ 500 milhões. O dinheiro sai do ensino fundamental para pagar a formação de muitos alunos de outros estados, que custam cerca de R$ 50 milhões à Paraíba. Os cursos mais disputados têm cerca de 30% de alunos de outros cursos. A universidade deve ser responsabilidade do governo federal. Daqui a pouco, o ICMS da Paraíba não será suficiente para arcar com os custos da UEPB. A instituição, hoje, é impraticável. Vamos nos unir e pedir a Dilma Rousseff que dê esse presente ao nosso Estado. Todos vão preferir: alunos, professores e servidores.

Em seguida ao pronunciamento de Tião, quem foi à tribuna foi o deputado Guilherme Almeida (PSC), que se posicionou contrário à ideia:

- Fico estarrecido com a proposta de Tião Gomes que quer acabar com nosso maior patrimônio: a UEPB. Fico até constrangido com essa proposta. A UEPB foi fruto do trabalho de pessoas abnegadas e se transformou, teve sua autonomia garantida pelo ex-governador Cássio Cunha Lima e dá sua contribuição com o que há de mais valioso, a geração do conhecimento. Espero que isso fique apenas no âmbito da vontade do meu colega, movido sabe-se lá por que interesse!

Fonte: Parlamento/PB

Editorias:

0 comentários