­

Liminar concedida pelo TRE-PB pode mudar cenário político em favor de Nilber Almeida na cidade de Esperança

Redação | 31.10.12 | 0 comentários


A situação do prefeito eleito em Esperança, Anderson Monteiro (PSC), pode ser alterada após uma liminar concedida pelo Tribunal Regional da Paraíba (TRE), nesta terça (30), que mantém sua inelegibilidade por doação ilegal.

Em entrevista, o advogado de Nilber Almeida, Dr. Manolli, explicou que Anderson estava inelegível, mas havia conseguido manter sua candidatura no TRE. “Ele tinha conseguido uma liminar para suspender os efeitos dessa decisão. E agora através de uma mandato de segurança impetrado ontem (30), essa liminar perdeu seus efeitos por decisão do TRE- PB, por 4 votos a 1”, resumiu o advogado.

A coligação “Frente Esperança Popular”, que teve como candidato Nilber Almeida (PSB), havia entrado na justiça contestando a situação de Anderson.“Inicialmente ele tinha uma situação de inelegibilidade que estava suspensa por conta de uma liminar, mas no momento que essa liminar foi revogada ele voltou a ficar na situação de inelegibilidade”, pontuou Dr. Manolli.

Apesar da situação favorável, o advogado de Nilber deixou claro que todas as possibilidades devem ser esgotadas antes de divulgar que existirão mudanças. “Nós temos de toda forma que aguardar a decisão da juíza de Esperança em relação ao registro dos dois candidatos, tanto de Nilber quanto de Anderson, mas a gente acredita que com essa decisão do TRE o Anderson terá seu registro indeferido”, afirmou.

Os advogados de Anderson Monteiro poderão recorrer ao TSE, mas a liminar abre novas possibilidades na política de Esperança. “Acreditamos que ele (Anderson) vai ter o registro indeferido e nessa situação, caso a justiça entenda dessa forma, assumiria o segundo colocado, no caso, Nilber”, concluiu o Dr. Manolli.

Fonte: Rede Esperança com PB Agora

Editorias:

0 comentários